Reunião com a Saneago na Câmara Municipal de Vereadores

Na manhã do dia 16 de Agosto de 2017, o Prefeito de Perolândia Sr. Jhonatta Cortez se reuniu com o presidente da Câmara Municipal de Perolândia o vereador José Carlos, juntamente com os vereadores Igor Vilela, Glauciano Justino, Robson Justino, Sergio Pereira, Irça Rosa, Giniscle Fernandes, Andreia Freese e Lynneker Santos, Secretários Municipais e representantes da população perolandense, no plenário da Câmara, onde também estiveram presentes representantes da SANEAGO, Rubia, Marcos Vinicius e Igor, para tratarem sobre a possível renovação do contratado, e ainda soluções e melhoramentos no abastecimento de água em nosso município. A reunião, informal, ocorreu após o vencimento do contrato com a Saneago desde de 2015, onde a equipe técnica da estatal na manhã de quarta-feira(16), mostrou o pontos positivos e necessários para a renovação do projeto de lei, que permite um convenio de cooperação com o Estado de Goiás. Em uma breve explicação, o representante e gerente da Saneago (Igor) afirmou que vão ser implantadas algumas melhorias no município após os Vereadores votar o Projeto de Lei que visa assinar o contrato de 30 anos.

Vale salientar que foi questionado sobre os poços artesianos que são de responsabilidade da Saneago, se estaria contribuindo para o secamento das nascentes ao redor da cidade, em boas e breves explicações foi e entendido que é feito um isolamento e um trabalho todo profissional para que consequências como essas não atingisse as nascentes, e ficou firmado o compromisso de se fazer estudos e levantamentos nas regiões para averiguar as acusações, porém todo que é feito pela empresa esta devidamente legal e profissionalmente acompanhada.. “O desmatamento, o plantio direto e a poluição das nascentes contribuíram, e muito, para os transtornos e secamento das mesmas.”

Mas, apesar das notícias, a equipe técnica está animada em investir e acompanhar o desenvolvimento do município, foi citada ate futuramento a rede de esgoto, que esta sendo cobrada pelo Gestor Municipal. A equipe informou que em anteriormente fez uma proposta para o chefe do executivo que notificou a Saneago para colocar água nos 300 lotes que futuramente estarão disponíveis, sobretudo deu ênfase, e agora foi mostrado para o poder legislativo as mesmas, “Sendo que com a possível parceria da estatal e da prefeitura poderão solucionar em curto-médio prazo todos os problemas do município, através do Plano Municipal de Saneamento Básico.

Esse plano que foi regido pela Lei nº 11.445/2007, que estabelece as diretrizes nacionais para o saneamento básico e para a política federal de saneamento básico, inaugurou uma nova e desafiadora fase na história da área de saneamento no Brasil: a exigência legal da ação de planejamento.

Assim, cabe ao Município, titular dos serviços de saneamento, formular a política pública de saneamento básico por meio da elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico, devendo garantir à sociedade informações, representações técnicas e participações nos processos de formulação de políticas, de planejamento e de avaliação relacionados aos serviços públicos de saneamento básico. E na mesma oportunidade o Prefeito se dispôs às parcerias necessárias e na procura por solução, colocou a secretaria de Meio Municipal de Agricultura e Meio Ambiente e recursos hídricos municipal a disposição para quaisquer necessidades da agência, se for renovado votado e aprovado e renovado o Projeto de Lei com a Saneago.